Buscar
  • Antonino de Sousa

gratuidade como dom


Somos verdadeiramente felizes se nos consumarmos no amor, numa relação de dádiva, de gratuidade e de serviço! E este mundo precisa que nós façamos da nossa vida dom!

0 visualização