amar em primeiro

Amar em primeiro, amar no centro e amar sempre. 

Podem existir mil obstáculos, mas nada fará com que a tristeza nos invada, porque todos trazemos em nós a grande bússola da vida que é o amor… atravessamos montanhas, subimos, descemos, ao ritmo do vento que nos toca suavemente, dizendo que em tudo o que fazemos a grande base, diria o grande pilar, será sempre o amor.

Um amor que tudo pode, que tudo realiza, que tudo inaugura, numa repentina busca de maior sentido quando o partilhamos uns com os outros.

Um amor, como uma onde do mar, que rebola para tudo renovar, uma onda após onda, que nos leva a buscar o horizonte de uma vida mais entregue e mais doadora…

Como onda após onda, o amor dentro de nós é sempre renovável… quando cumpre o seu objectivo, quando nos torna capazes de fazer a diferença no meio onde vivemos, habitamos, construímos e rimos.

 

O desejo é sempre eterno… de subir ao mais alto da montanha, quiçá, ao mais alto da nossa vida, olhando sempre aquele Alto que nos ilumina e nos transforma na dinâmica do amor.

E quando o vento passar, levará consigo o que sentimos, o que queremos partilhar do alto da nossa vida: o amor querido e partilhado de coração a coração.

Façamos a diferença através do amor… porque queremos em tudo amar sempre, perdoar sempre e cuidar sempre.