Buscar
  • Antonino de Sousa

escuta activa

Sabemos que o doente, em determinadas circunstâncias de vulnerabilidade, necessita da figura do confidente, que tem de possuir esta capacidade de escutar e de ser discreto, isto é, ter a capacidade para guardar segredos. E isto acontece quando nos dispomos a escutar verdadeiramente.


Ao cuidarmos de alguém, é importante estarmos presentes física e psicologicamente com essa pessoa. Falar nem sempre significa importar-se ou prestar atenção, mas a capacidade de escutar permite que identifiquemos o momento apropriado para a fala, por isso também cuidamos quando escutamos!


Procuremos escutar os outros com mais atenção e à medida que escutamos deixemos o coração aberto para a nossa transformação.


Escutar, ser verdadeiro e estar em comunhão com os outros são 3 atitudes que andam de mãos dadas. Que sejam 3 atitudes que nos ajudem a fazer caminho com autenticidade em busca desta maior fraternidade entre nós, pessoas cuidadoras.





160 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo