top of page
  • Foto do escritorAntonino de Sousa

positividade para o coração

Uum homem vivia feliz com a sua família. Envelheceu e, quando se aproximava a sua última hora, chamou o filho e disse-lhe: "Filho, passei toda a minha vida a educar o mundo. Agora, nos meus últimos momentos, quero dizer-te uma coisa importante.”

Ao ouvir isto, o filho olhava atentamente para o pai. Nesse momento, o pai disse-lhe: "Mas antes disso, vai e traz-me um pedaço de carvão e um bocado de coentros do jardim.”

O filho achou aquilo muito estranho, mas como era a ordem do pai, saiu para trazer carvão e coentros.

Foi à cozinha onde encontrou facilmente um grande pedaço de carvão, pegou nele e segurou-o com uma mão. Depois foi para o jardim da sua casa, buscar coentros.Depois de pegar nas duas coisas, voltou para junto do pai.

Ao ver as duas coisas nas suas mãos, o pai pediu-lhe que as largasse ali mesmo. O filho fez o que lhe foi pedido e estava prestes a sair para ir lavar as mãos.

Ao ver que o filho ia sair, o pai parou-o e disse-lhe: "Espera, filho, mostra-me as tuas mãos”.

Quando o filho mostrou as mãos, o pai pegou nas mãos do filho e, olhando para a mão em que ele segurava o carvão, disse: "Filho, vê... esta mão ficou preta assim que pegaste no carvão. Mesmo depois de o teres deitado fora, o pó preto ficou na tua mão. Assim é quando recebemos algo negativo.

Depois, olhando para a outra mão em que segurava os coentros, o pai disse: "Por outro lado, quando temos a companhia de pessoas boas na nossa vida, as nossas mãos não ficam pretas, mas a fragrância dos seus bons pensamentos permanecerá sempre contigo para o resto da vida. Por isso, procura rodear-te de pessoas inspiradoras e que deixam uma marca bonita no teu coração”.





100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

quaresma

Comments


bottom of page